Quem fui, quem sou, quem serei...

De cor verde-esmeralda são os olhos de quem chora, de quem ri, de quem sonha. De quem espera pelo inesperado. De quem sabe que não há impossíveis, mas que acredita na impossibilidade do possível. Na cor verde-esmeralda, habita um presente cinzento e um futuro cintilante. Filha do vento e da brisa, inconstante. Filha da brisa e do vento…

sábado, 28 de junho de 2008

«Desististe,de tudo mas principalmente de ti.Choro,por tudo mas principalmente por ti!»

Se algum dia isto fosse escrito dedicado a mim, teria respondido assim…

Não desisti, nunca desisto principalmente de ti.
Choro, sim choro por ti, mas principalmente por mim.
Porque me deixei levar ao som dos murmúrios que me murmuravas…
Choro por mim aqui neste meu lugar tão meu esperando por ti de braços abertos, pronta a esquecer um passado inesquecível e um futuro inatingível.

Choro por ti, porque tu desististe de ti, uma, duas, vezes sem conta…
Choro por ti, porque desististe de mim sem antes saberes se de ti também desistia…

Não, não desisti de tudo.
Aguardo carinhosamente, embebida em lembranças de abraços sentidos, beijos prendidos ao sonho de um dia os rever.
Aguardo, serenamente o dia em que um dia te irei ver, tocar, sentir, desejar, pois por mim aguardas, a mim desejas sentir, tocar, beijar…

Choro por mim!
Sim choro por mim, porque de mim apenas posso esperar o aguardar-te, nunca o chamar-te, o procurar-te.

Choro por ti, porque te amo, te adoro, te sinto em mim todas os dias, todas as noites quando me deito no leito do teu silêncio.
Choro pelos tempos em que quando me vias ficavas “desarmado”, choro por não teres entendido o que de ti queria, eu não te queria, queria apenas os momentos.
Choro pelas mentiras da boca e pelas verdades dos olhos.
Choro pelo teu cheiro confundido com o meu.
Choro pelos teus olhos vistos de cima, “estou apaixonada por estes olhos”.
Choro pelo dia em que um dia o meu filho vai ser teu filho, mas o meu filho será apenas meu filho, nunca teu…

Choro, irei chorar, mas nunca, nunca desistir de mim!

Choro por ti, porque tu em silêncio, choras por mim!

Até sempre…

5 comentários:

Só Eu disse...

Texto muito bonito.
Aliás o teu espaço todo ele é muito bonito.
Vou voltar
Obrigado pela visita.
Beijinhos

Edu disse...

Ate Sempre... bonito mas sentido?
bju

Esmeralda disse...

Sentido, mas com reeio que o até sempre seja realidade.
Bonito mas com medo de nunca mais ver para quem escrevo.
Sentido porque descobri com este ser, que o amor também foi feito para mim, que também nasci para amar...
Bonito, e nunca mais o vou ver.

Edu disse...

Pois se calhar não fiz foi a pergunta certa. O que devia ter perguntado era
Não interessa se é sentido ou não , mas sim se é isso que desejas?
bjinho

Esmeralda disse...

Não!
Mas que me interessa não o desejar, se tenho q me obrigar a desejar tudo isto?