Quem fui, quem sou, quem serei...

De cor verde-esmeralda são os olhos de quem chora, de quem ri, de quem sonha. De quem espera pelo inesperado. De quem sabe que não há impossíveis, mas que acredita na impossibilidade do possível. Na cor verde-esmeralda, habita um presente cinzento e um futuro cintilante. Filha do vento e da brisa, inconstante. Filha da brisa e do vento…

terça-feira, 22 de julho de 2008

Como pude ser tão burra?!

Que burrice a minha, achar que O ALGUÉM por mim poderia ser apaixonado.
Que burrice a minha, achar que O ALGUÉM, poderia fazer feliz.

Que burrice!!!

Reescrevo tudo o que tenho vindo a escrever…
…os abraços também mentem!
Os olhares, mentirosos são…
…e o meu olhar, olhar de quem ama, de quem vive apaixonada, é burro!
Que burrice!!!

Como pude pensar, que aquele aperto na mão , era verdadeiro.
Afinal, não era mais do que pura encenação.

Como pude pensar, que quando me aninhaste em teu corpo e me apertaste, era o sentimento mais puro que se manifestava.
Afinal, nada mais era que pura ficção.

Que burrice!!!

Mas não me arrependo de ter lutado, arrepender-me-ia se não o tivesse feito.
Mas não me arrependo de ter um dia, gritado com toda a minha força que te amava, que te amo e que para sempre te irei amar.

Não me arrependo! É burrice eu sei! É AMOR!!!

Que burrice é sonhar contigo!!!
Já não vou sonhar, já não vou procurar, já não me vou demarcar nas linhas da tua vida.
Já não vou…
Vou apenas viver com esta cicatriz, mas vou viver, sem te ver, sem te sentir, sem te cheirar, sem te ver rir…
…mas vou viver.
E um dia te direi…
…. amei-te, amo-te e para sempre te vou amar!

BEIJO

4 comentários:

Sentir disse...

ai Esmeralda, que agonia!
Mas, posso dizer que te entendo.

Relaxa, e viva o há pra viver.

poetaeusou . . . disse...

*
amor ´
não é burrice, não,
,
conchinhas
,
*

Esmeralda disse...

Amor é burrice, quando se Ama quem Ama e não deseja ser Amado.
Amor é burrice, quando se Ama que por nós não o deseja.

Edu disse...

Nao amar é vida mesmo quando se ama quem não nos ama. Amor é paraiso quando se ama quem nós ama.Burrice é ter medo de amar.