Quem fui, quem sou, quem serei...

De cor verde-esmeralda são os olhos de quem chora, de quem ri, de quem sonha. De quem espera pelo inesperado. De quem sabe que não há impossíveis, mas que acredita na impossibilidade do possível. Na cor verde-esmeralda, habita um presente cinzento e um futuro cintilante. Filha do vento e da brisa, inconstante. Filha da brisa e do vento…

sexta-feira, 6 de fevereiro de 2009

Não confundas palavras, palavras reais e sentidas, com palavras mascaradas de comédias carnavalescas ou profundos dramas postos em palco por esse mundo fora.
Não confundas sentimentos transcritos e desenhados, com sentimentos romanceados.
Não confundas o que sinto, com o que queres que eu sinta.
Não confundas…
…apenas te peço que não confundas e que mais não te escondas.
Saí daí!
Sim, saí daí, detrás dessa tua máscara veneziana, onde um sorriso eterno paira pintado sorrindo sempre, mesmo quando na cara escondida se desenha um semblante tristonho.
Saí daí!
Saí detrás dessa tua cortina de fumo de falso fogo.
Saí…
…vira costas à cobardia, aquela que te aprisiona, aquela que não te deixa ser feliz.
Não me voltes a expulsar da vida que mal começara…
Não tornes a usa brilhos, cores, tintas numa máscara sorridente…
Não tenhas medo…
Sim…
…o medo…
…esse meu rival.
Não o uses contra mim…
…não te fiz, faço, farei mal.
Sou aquela, lembras-te?
Aquela que usa palavras reais, sentimentos reais sem hediondas fantasias criadas para cativar.
Sou aquela, que de ouvido à escuta, em sorrisos silêncios te ouviu…
…ouviu a voz da tua alma, a voz do teu cantante coração…
…e te cantou paixão.
Não me expulses…
…chora comigo…
…grita comigo…
…sorri comigo.
Deixa-te viver em mim, e eu, viverei em ti para sempre, ao vivo e a cores.
Não me expulses…
…abraça-me…
…deixa-me abraçar-te…
…sonha-me…
…deixa-me sonhar-te…
…sonha-nos…
…deixa-me sonhar-nos.
Eu sou aquela que não sabia amar. Lembras-te?
Aquela a quem me apresentaste esse sentimento, que simplesmente, eu não o conhecia.
Apresentaste-mo…
Amas-me e não me sabes amar?
Aprenderemos juntos…
Ensinar-te-ei a amar-me, tal qual como aprendiz que um dia fui.
Não fujas…
Não me expulses…
Não tenhas medo…
Sê feliz…
…comigo.

4 comentários:

Edu disse...

epah nem sei que te diga deste looool
Ya tenho umas piadas giras.
Va manter o nivel...uhmm
Sabes ha coisas que as pessoas preferem nao aprender.
Ha quem defenda ate ( certos e acrescento ridiculos, que dizem que quanto mais inocentes e incultos mais felizes..loool) esses que dizem que a não saber é uma davida, isso são apenas falhados que nao sabem lidar com o conhecimento. Quer ele nos magoe ao inicio ou nos faça felizes, é sempre bom saber. E neste tema acho que nunca, mas nunca é um desperdicio saber sempre mais.Por mais que te de na cabeça, feliz de ti que já sabes o que é amar. ha quem passe pela vida sem o saber. Outros até pensam que sim , ficam apenas acomodados a uma rotina ...isso nao é amar.
bom ou mal ja sabes o que é . dá lhe bom uso minha querida amiga.
Bjinho.

Oh para este gaijo ate parece que sabe do que se trata este texto ou quando e porque foi escrito loool
ta lindo

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Fazer amor é andar por
Caminhos da alma
Com o toque de um beijo
Sem pressa...
Sentir o roçar da mão no ombro
Daquele que caminha ao lado,
Acordar sempre com um
Eu te amo,
Renovado e sincero...
Ver juntos o por do sol,
Em silencio ler um livro
Numa velha poltrona..
Fazer amor é pisar na eternidade,
Fazer estrelas e sentir
O perfume das manhãs,
Sorrisos de sol,
Olhos de mar...
Fazer amor é realizar sonhos,
Viver na consistência do céu...

Sônia Schmorantz

Só passei para te desejar um lindo final de semana
Abraços

Esmeralda disse...

Eheheheheh
Edu, este texto está a dobrar, mas não resisti em colocá-lo também aqui. Sim, é claro que no «Duas penas... uma palavra» faz mais sentido, até porque (parece-me) andamos os dois inspirados, no entanto, achei que deveria colocá-lo também naquilo que se assemelha a um diário dos tempos modernos, o meu diário.

É claro que sabes de que se trata...

beijocas e até amanhã ou ...

Edu disse...

loool , tinhas de te xibar toda tu realmente .... lool